Meninos Maus Também Sentem.

Quer saber? Não importa.
Não me importa se você não quer mais me ver, se você acha que tudo o que eu faço ou fiz foi só para te machucar - como se eu gostasse quando isso acontece. Não me importa se você vai ficar sem falar comigo, se você vai se trancar no quarto e vai falar mal de mim para as suas supostas amigas, que até ontem te odiavam.
Porque eu sei que os outros caras vão ser melhores para você. Eles vão ser mais espertos do que eu, vão ter mais dinheiro do que eu, e seus pais vão gostar mais deles, porque eles vão te deixar em casa na hora combinada e vão falar as coisas certas nas horas certas.
Só eu vou te acordar às três da manhã porque estou bêbado e quero dizer que te amo, só eu vou te dizer que você é mais bonita depois que toma banho e passa maquiagem, só eu vou falar para o seu pai que não sei porque te amo, mas que te amo de verdade, e o importante é isso, e só eu vou ser tão descaralhado quanto eu sou, tão nojento quanto eu sou, tão maldoso quanto eu sou. Só eu vou te ensinar a jogar futebol direito, só eu vou te oferecer uma cerveja e depois roubá-la de você, só eu vou jogar x-box durante horas seguidas com você do outro lado da linha, ouvindo os meus palavrões.
Não importa o quão certos os outros caras sejam, não importa o quão bons os outros caras sejam; nenhum deles vai te amar tanto quanto eu, nenhum deles vai se importar tanto com você quanto eu.
Então vai em frente. Mas não espere que eu vá estar do outro lado da sua janela quando você desistir dessa "vida de gente normal" que você resolveu ter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário